POLÍTICAS DE PERMANÊNCIA: UM ESTUDO NA UTFPR CÂMPUS PATO BRANCO/PR

Bruna Elen Borcioni Freitag, Marlize Rubin-Oliveira

Resumo


Este artigo teve como questão: “Como ocorre a implementação e consolidação das políticas de permanência discente na UTFPR – Câmpus Pato Branco?”. Para tanto, o objetivo foi identificar e analisar a implementação e consolidação das políticas de permanência discente na UTFPR Câmpus Pato Branco. O percurso metodológico ocorreu inicialmente com a pesquisa exploratória, nesse processo foram identificadas as principais políticas para permanência discente disponíveis no âmbito da educação superior federal, bem como as implementadas na Instituição. Entende-se por política de permanência tanto o suporte financeiro, como ações de interação com a universidade, inserção em grupos de pesquisa e integração social. No espaço da UTFPR optou-se por aprofundar as informações acerca das políticas de permanência através de entrevistas semiestruturadas com coordenadores de curso e questionários com acadêmicos. Para as análises foram utilizados princípios da análise de conteúdo proposta por Bardin (1977) e três categorias emergiram no processo: financeiro, formação técnico-científico e formação integral. Conclui-se que as políticas para permanência discente vão além do suposto financeiro e encontram-se ainda em processo de implementação. Tais políticas são gestadas em nível federal e aplicadas nas instituições . A participação da comunidade acadêmica em todas as etapas do processo se mostrou fundamental.

Educação Superior. Políticas de Permanência. Discente.


Palavras-chave


Educação Superior; Políticas de Permanência; Discente

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais




(c) Rev. Ciênc. Hum. Educ., Frederico Westphalen - ISSN 1981-9250.

Qualis/CAPES: B4 - Educação e B3 - Ensino

Prefixo DOI: 10.31512

E-mail: rhumanas@uri.edu.br

 

 * Contagem iniciou em 28/04/2019.

Flag Counter